05 novembro 2008

Obamaahh, Obamaahh, Obamaahh!

Se quiser previsões políticas, sociais, desportivas ou “whatsoever” confiáveis, o local indicado é o “Desenvolver Moçambique”, hehe!

É bem possível que a ciência recomendada para tal, como dizia um antigo professor meu de Língua Portuguesa, seja a Matemática e a Estatística!

Neste momento, e de acordo com a nossa previsão meteorológica para o mês de Novembro, o “score” é:

“Desenvolver Moçambique” 2 – Anti-progressistas & Racistas 0

8 comentários:

Avid disse...

Já se realizaram 2 profecias das 3 que aqui puseste:

Obama é Presidente dos EUA!Obbaaaa…

Hamilton é Campeão! Yuuupppiiii…

Só falta a terceira… Será que Davis chega em primeiro? Hummm… é pra torcer?!?

Bjs meus

X!mb!t@nE disse...

É isso mesmo Avid, vamos torcer os dedos!

PS: Hawena, Jonathan, você é prugozo!

umBhalane disse...

Caro Jonathan McCharty

Parabéns pelas 2 vitórias, consecutivas.

Anseio verdadeiramente pela 3ª - a vitória de Simango no Município da Beira.

Que faça o pleno, são os meus votos.

Pelo Hamilton nada fiz;

pelo Obama pouca coisa fiz;

pelo Simango tenho feito algumas coisas, dentro dos meus limites.

Para dizer que, a que me será mais apetecida, será, precisamente, a

Vitória esclarecedora de Simango.

Mas quero fazer-lhe um reparo público, permita-me.

Será que eu estou bem aqui, ou sou apenas tolerado, um incómodo menor, mas todavia um incómodo – um mal necessário.

Explico.

Está-se a insistir muito numa matiz - serão coincidências?

Gosto de ser claro e frontal. E "provocador" também.
No sentido de esclarecer, ajudar, melhorar, ou pôr os pontos nos is.

Em tempos fiz um comentário num blog Moçambicano, sem quaisquer complexos - numa boa.

"
Mês INTERNACIONAL da Mulher.

Africanas de RAÍZ!?

Cara X

Por favor, queira explicar-me o conceito, já que o enquadramento percebi.

Africanas de RAÍZ!

Certo do seu melhor acolhimento, e boa atenção.

Cumprimentos PortoZambezianos.
Quinta-feira, Março 20, 2008 7:59:00 PM

X disse...
É modo de dizer...estive entre africanas de vários pontos e os trajes das que me ladeiam são tradicionais.
Quinta-feira, Março 20, 2008 10:39:00 PM

umBhalane disse...
Cara X

Resposta politicamente correcta.

A Sra. é uma mulher inteligente, e conhece história de África.

De facto, não descortinei traços característicos dos Povos Khoisan (Hotentotes-Bosquímanos), estes sim, Africanos de Raíz (Joseph Ki-Zerbo), nas Sras. fotografadas.

Ressalvo, também, que não sou antropólogo.

Tenho a certeza, sim, que são Africanas.
Sem margem para quaisquer dúvidas.

Como também são, penso eu, os Berberes, os Árabes, os Semitas, os Tuaregues, os Mouros, os Cabilas, os Sacalaves, os Bara, e muitos outros da África Nordeste.

Também me parece haver uns Africanos no sul de África, de pele branca, há umas centenas de anos.

Mas, claro, são apenas suposições minhas.

Como sou branco mestiço (Lusitanos, Túrdulos, Calaicos, Cónios, Germanos, Romanos, Fenícios, Árabes, Berberes, Mouros, Judeus, Negros da Guiné (grande Guiné histórica), e sabe-se lá que mais...não ligo muito a essas coisas da pureza, da linhagem.

Apenas questão de preciosismo.

Sejam Felizes.
Sexta-feira, Março 21, 2008 12:52:00 AM

X disse...
Obrigada Umbhalane. Boa Páscoa!

umBhalane disse...
Boa e Feliz Páscoa, na Paz do Senhor.”

Para chegar onde, para além de pretender clarificação.

É necessário ter sangue negro/preto para ser “cidadão por inteiro” do seu blog – sentir-me em casa?

É que segundo os padrões convencionais sou um branco “puro”, maugrado a explicação acima referida, que é cientificamente comprovada, verdadeira...

Mas que não conta, segundo a doutrina vigente (mormente em Moçambique).

Sou demasiadamente demasiado claro, branco “puro”.

Posso ficar?


Nota

Caro Jonathan McCharty

Isto é uma clara “provocação”.

E escolhi o seu blog para o fazer.

Não preciso, penso, dizer mais nada.

Abraço

umBhalane

Jonathan McCharty disse...

Ola' Avid!
A terceira partida e' a mais importante para esta "perola"! Essa e' aquela em que gostaria de ver a minha previsao tornar-se realidade! But nobody can see the future!

Jonathan McCharty disse...

Ximbitane!
Gramei essa de "prugozo", hehe! Nada disso....just sharing some thoughts!

Jonathan McCharty disse...

Amigo Umbhalane,
Partilhamos os mesmos anseios e expectativas em relacao a eleicao de Daviz Simango. A sua vitoria sera' uma verdadeira lufada de ar fresco no panorama ainda tenebroso desta "perola"!

Agora chefe, fiquei meio confuso com a segunda parte do teu comentario e nao percebi o que exactamente o inquita e se isso se refere directamente a este blog?

Independentemente do que seja a sua resposta, quero que o amigo Umbhalane saiba que aqui, nos preocupamos unicamente com "ideias"! Pessoas, credos, racas, etc, sao factores completamente "off table"! Perde-se muito tempo com coisas que nada interessam!

Nos aqui julgamos as pessoas pelo conteudo do seu caracter, citando o Martin Luther King!

Abraco e que todos os leitores sintam este cantinho como o seu!

umBhalane disse...

Amigo Jonathan McCharty

Muito obrigado pelas suas palavras, que traduzem precisamente o que de si esperava.

Nem outra coisa me passou pela cabeça, creia.

Daí eu ter escrito:

“E escolhi o seu blog para o fazer.

Não preciso, penso, dizer mais nada.”

Não costumo tocaiar, e fugir.

O que eu pretendo, afinal, é lançar um pequeno debate.

- Não acha que há um excesso de Negritude, alguma radical militante, repentinamente, na blogosfera Moçambicana?

Entendo, percebo, o orgulho na eleição de B. Obama.

Mas esta atitude, a Negritude, é precisamente o contrário do que ele praticou na campanha – e muito bem.
Ele assumiu-se, única e exclusivamente, como um cidadão de corpo inteiro dos USA.
E o resto dos votantes, para além dos máximos 15% potenciais eleitores não-brancos, entenderam isso, melhor, já estavam há muito preparados para isso, e mostraram-no,
Votaram num cidadão Americano, democrata, chamado B. Obama, que se lhes apresentou como a melhor alternativa, no momento.

Simples.
E toda este tsunami racializante, estou a ser bonzinho, do resto do mundo é irónico.

Porque se formos à luta pelos Direitos Civis encetada nos USA nas décadas de 50/60 em diante, vemos que o que se ambicionava era a igualdade de direitos sem racismos, na plenitude da cidadania USA – todos iguais.

Não me refiro a sectores marginais da sociedade de todos os quadrantes, que os há, e dificilmente deixará de haver.

Reporto-me à grande maioria do Povo dos USA.

Os Americanos já estão há muito preparados, e a eleição de Obama veio provar, e sedimentar essa evolução.

O resto do mundo ainda não.

O que não admira, porque, afinal, os USA estão a milhas do resto em quase todos os sectores.

Um grande abraço.

u

Jonathan McCharty disse...

Amigo Umbhalane!
Desde pequeno vivi num ambiente marcadamente multi-racial. Estavamos ali brancos, negros, indianos muculmanos e hindus, paquistaneses, mulatos e ate chineses! Nao ha’ duvidas que o ambiente em que crescemos, molda muita da nossa percepcao racial e hoje, a maior parte dos amigos verdadeiros continuam a ser aqueles que gerei na infancia, la para os tempos da “primaria”! E’ por isso, dificil lembrar-me de uma ocasiao em que estivesse preocupado com a raca de individuo durante um dialogo ou debate.
A previsao indicada das vitorias de Hamilton, Obama e Simango, se deveu a minha crenca de que eles reuniam os melhores atributos para tal! Agora, se alguem teve a lucidez e o golpe de sabedoria de olhar para a coisa sob o ponto de vista racial, volto a assegurar que esse nao foi o nosso mobil.
A proposito deste assunto postei um artigo que vale a pena ler!